Klinger Araújo foi homenageado em bloco carnavalesco de Parintins; Relembre a participação

klinger araújo carnava
O cantor Klinger Araújo, 51, foi homenageado pelo bloco de carnaval Fax Clube em fevereiro deste ano. Ele relembrou sua trajetória durante o desfile
Por João Paulo Castro
Publicado em 30/09/20 às 11h10

Manaus – A morte do levantador de toadas Klinger Araújo, de 51 anos, vítima do novo coronavírus (Covid-19), ainda continua tendo uma grande repercussão entre os amantes da cultura popular.

Popularmente conhecido como ‘Furacão do boi’, o cantor arrastou colocou muitas pessoas para dançar em eventos como Bar do Boi, Boi Manaus e Carnaboi ao som de hits como Bumba Bumbum Bumbá e Repeneirando.

Em fevereiro deste ano, Klinger Araújo foi homenageado pelo bloco de carnaval Fax Clube, de Parintins, a 369 quilômetros de Manaus, para o Carnailha 2020. Com o enredo ‘Furacão do boi’, o artista dedicou sua participação para Arlindo Júnior, o eterno Pop da Selva, e arrastou uma grande multidão no Circuito Escorpião, a avenida do samba na Ilha Tupinambarana.

A abertura do desfile do Fax Clube foi marcada por um discurso de Klinger Araújo e logo em seguida tocou sua flauta mágica, executando a toada ‘Saga de um canoeiro’, do compositor Ronaldo Barbosa.

“Eu queria que vocês conhecessem a minha história, eu queria que vocês soubessem o que foi que eu fiz com muito sacrifício e muitas adversidades”, falou Klinger Araújo na época.

Morte

Klinger Araújo morreu vítima da Covid-19 na última terça-feira (29), ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Samel Prontocord, na avenida Álvaro Maia, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul da capital. O cantor estava com 75% do pulmão comprometido devido as complicações causadas pelo vírus.

Foi a segunda vez que Klinger Araújo ficou internado na UTI da Samel. Na primeira passagem ele esteve de 10 a 11 de setembro na unidade hospitalar, mas foi liberado após apresentar melhoras. Porém, o cantor apresentou complicações da doença.

A cantora Vanessa Alfaia, esposa do cantor, vinha acompanhando seu marido no hospital 24 horas por dia e Klinger Júnior, filho do artista, vem cuidado das questões burocráticas.

Trajetória

Natural de Parintins, Klinger Araújo veio morar em Manaus com 19 anos de idade. Ele foi radialista em veículos de comunicação como a Rádio Difusora do Amazonas, Novidade FM e Amazonas FM. Além disso, também foi locutor na TV Amazonas.

O artista foi um dos primeiros cantores de boi-bumbá na década de 1990 em Manaus. Ele ficou reconhecido por toadas como ‘Repeneirando’ e ‘Bumba Bumbum Bumbá’, consequentemente ganhou notoriedade nacional após participar de programas como Ratinho, Raul Gil e Planeta Xuxa.

Relembre a participação de Klinger Araújo no Carnailha 2020

Vídeo: Agora Parintins

Foto: Erick Bittencourt

klinger araújo carnava

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap