terça-feira, 16 de agosto de 2022

Madrasta suspeita de envenenar enteados cuidou de crianças em programa social

Cíntia Mariano participou do programa "Família Acolhedora", que atende crianças em situação de violência

Rio de Janeiro (RJ) – A madrasta suspeita de envenenar os enteados, Cíntia Mariano Dias Cabral, de 49 anos, cuidou de 14 crianças entre os anos de 2013 e 2021, segundo revelou o Globo.

A madrasta está presa desde o dia 20 de maio, suspeita de matar a enteada Fernanda Cabra, de 22 anos. As suspeitas caíram sobre Cíntia após o imão da jovem, Bruno Cabral passar mal com os mesmos sintomas.

Conforme a reportagem, a mulher participou do programa “Família Acolhedora”, que atende crianças em situação de violência.

A Secretaria Municipal de Assistência Social informou que Cintia recebia inicialmente R$ 450 mensais de bolsa-auxílio nos dois primeiros anos.

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também