Mais de R$ 1 mil de saque do FGTS pode contemplar trabalhadores em Manaus

O trabalhador poderá retirar o dinheiro até 31 de dezembro de 2020.
Por Isac Sharlon
Publicado em 03/08/20 às 10h48

Em razão da pandemia de Covid-19, o plenário da Câmara Federal pode votar na terça-feira (4) a Medida Provisória 946/20, que permite ao trabalhador sacar até R$ 1.045,00 (um salário mínimo) do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com isso, milhares de trabalhadores no Amazonas também poderão ter acesso ao pagamento.

Os deputados vão analisar as mudanças feitas pelos senadores, que ampliaram as possibilidades de saque. Se não for votada na terça-feira, a MP perde a validade.

Os deputados estão irritados, pois a ideia surgiu na Casa, mas foi barrada pelo governo. No entanto, o líder do Bolsonaro no Senado levou a proposta à mesa, sendo aprovada por unanimidade pelos senadores.

O Senado alterou o texto para também permitir, durante o período de pandemia, a movimentação da totalidade dos recursos da conta vinculada ao FGTS no regime do saque-aniversário pelo trabalhador que tenha pedido demissão, que tenha sido demitido sem justa causa ou por força maior.

O relator da MP no Senado, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), ressaltou que, apesar da aprovação dessa nova possibilidade de saque, o governo não tem compromisso de sanção com a modificação.

Bezerra Coelho, que é líder do governo no Senado, disse que a prioridade do Palácio do Planalto é garantir a aplicação dos recursos do FGTS em habitação e saneamento, sem apostar na criação de novas modalidades de saque de seus recursos.

A MP foi aprovada pela Câmara na forma do parecer do relator, deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS). Segundo calendário da Caixa Econômica Federal, o saque extraordinário do FGTS já começou a ser feito em junho (contas digitais) e julho (em dinheiro ou transferência).

O trabalhador poderá retirar o dinheiro até 31 de dezembro de 2020. Além do saque, a MP contém pontos como a transferência para o FGTS das contas individuais do antigo Fundo PIS-Pasep. Antes da votação, deverá ser feita a leitura do ofício de encaminhamento da MP ao Plenário.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap