Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

9 de agosto, 2022

Mais um indígena da etnia Guajajara é assassinado no Maranhão

Foto: Divulgação/Mídia Ninja

Um homem identificado como Dorivan Soares, 28, que pertence a etnia Guajajara, foi assassinado na manhã desta sexta-feira (13) no município de Amarante, a 683 quilômetros de São Luís, capital do Maranhão.

Segundo informações da polícia, ele foi morto a facadas e depois esquartejado por um grupo de homens ainda não identificados. A polícia também informou que ele teria envolvimento com tráfico de drogas, entretanto, os líderes dos Guajajara não confirmaram a informação.

Além de Dorivan, outro homem identificado como Roberto Nascimento da Silva, 31, também foi encontrado morto naquela região.

O crime aconteceu quando a dupla saiu de uma festa na Vila Industrial, em Amarante. Até o presente momento não se tem informações sobre os suspeitos de cometerem o assassinato.

A líder indígena Sônia Guajajara contestou a versão dada pela polícia e constantemente vem denunciando o descaso do Governo Federal com o território daquela região.

“São muitas falácias, muitas versões, acusações. Não interessa, ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém. Não é apenas um cenário de guerra, estamos num campo de batalha onde o ódio disseminado pelas forças políticas conservadoras, autoritárias e racistas são estimuladas pelo fascismo que já extrapolou todos os limites”, falou Sônia em forma de protesto.

Assassinatos

Esse é o terceiro caso de morte envolvendo os índios da etnia Guajajara.

O primeiro caso aconteceu em novembro deste ano quando o líder Paulino Guajajara no momento que foi vítima de uma emboscada. A investigação segue em andamento e, até o momento, não se tem pistas dos suspeitos.

Líder indígena Paulino Guajajara. Foto: Divulgação

No último sábado (07) os caciques Firmino Praxede e Raimundo Belnício, que pertencem a mesma etnia, foram mortos quando voltavam de uma reunião da Fundação Nacional do Índio (Funai) com a Eletronorte, vítimas de arma de fogo na BR – 226, no Maranhão.

Os respectivos assassinatos seguem sendo investigados pela Polícia Federal.

Força Nacional

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou na última segunda-feira (09) o envio de tropas da Força Nacional de Segurança Pública para atuar no território dos Guajajara visando combater as constantes ameaças contra os indígenas.

Da Redação com informações do Amazônia Real

MATERIAS RELACIONADAS