Marcelo Ramos articula para que galpão do MS possa virar centro de doação para o AM

O deputado afirma que a situação segue dramática no Estado. “Chegou algum oxigênio do governo federal, mas a demanda é muito alta. Está aquém do que precisamos", disse Marcelo Ramos
Por Edilânea Souza
Publicado em 15/01/21 às 11h32
Galpão
Galpão

Com o estado do Amazonas sob um colapso do sistema de saúde e pacientes agonizando sem oxigênio, parlamentares se mobilizam para transformar o armazém do Ministério da Saúde em Guarulhos (SP) num centro de recepção de doações de cilindros do gás. 

Segundo o deputado amazonense Marcelo Ramos (PL), as conversas com o Ministério da Saúde já estão acontecendo, mas o esquema ainda não está formatado. “Estou recebendo ligações de pessoas que querem doar, artistas, empresários, e nós não temos como organizar a recepção”, diz Ramos.

O deputado afirma que a situação segue dramática no Estado. “Chegou algum oxigênio do governo federal, mas a demanda é muito alta. Está aquém do que precisamos”.

“Estamos organizando um ponto de recebimento de doação de oxigênio no Armazém do Ministério da Saúde no Aeroporto de Guarulhos. Daqui a pouco informarei endereço e pessoa responsável. Vamos juntos superar esse drama”, escreveu o parlamentar.

Ramos também tem se encontrado com diversos governadores do país, reforçando os pedidos de ajuda encaminhados por ofício pelo Governo do Estado. O deputado federal já esteve com Ronaldo Caiado, de Goiás, Paulo Câmara, de Pernambuco, Wellington Dias, do Piauí, e Carlos Brandão, do Maranhão. Em todas as ocasiões, foi reforçado o pedido feito pelo governador do Amazonas para mais oxigênio para o estado.

Leia mais: Marcelo Ramos mobiliza autoridades para tentar embarcar oxigênio para o Amazonas

Galpão

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap