Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

11 de agosto, 2022

‘Me tire daqui doutora’ diz paciente mantida em cárcere privado por médico

“Doutora, pelo amor de Deus, me tira daqui”, disse a vítima que de acordo com a denúncia, estava sendo mantida presa no hospital por cerca de dois meses, após o procedimento estético realizado em sua barriga não ser bem sucedido
Reprodução

Rio de Janeiro (RJ) – A mulher que estava sendo mantida em cárcere privado por um médico no Rio de Janeiro, pediu ajuda para uma delegada de polícia da mulher, que estava investigando o caso.

De acordo com jornal O Globo, o pedido foi feito para a Doutora Fernanda Fernandes, da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), de Duque de Caxias.

“Doutora, pelo amor de Deus, me tira daqui”, disse a vítima que de acordo com a denúncia, estava sendo mantida presa no hospital por cerca de dois meses, após o procedimento estético realizado em sua barriga não ser bem sucedido. O abdônem da mulher ficou necrosado e por conta disso, médico e sua equipe não permitiram que a paciente fosse transferida para outro hospital.

Em nota, o Hospital Santa Branca negou que houvesse situação de cárcere privado em suas dependências. Alegou que o médico Bolívar Guerrero não pertence ao quadro de sócios da empresa e disse que todos os custos foram mantidos pelo cirurgião.

“Hospital Santa Branca Ltda vem através de sua diretoria em atenção aos comunicados veiculados nas mídias escritas, narradas e digitais manifestar-se publicamente sobre acusações infundadas de CÁRCERE PRIVADO no interior das suas dependências.

Tal crime decorre do verbo encarcerar, que significa deter, ou prender alguém indevidamente e contra sua vontade. No crime de cárcere privado, a vítima quase não tem como se locomover, sua liberdade fica
restrita a um pequeno espaço físico, como um quarto ou um banheiro.

Com 43 anos de funcionamento, essa Unidade desconhece tal prática dentro do seu estabelecimento, sempre buscando zelar pela saúde física e mental de seus pacientes, prezando pelo direito de ir e vir dos mesmos, amparado por uma equipe multidisciplinar profissional, centros cirúrgicos e CTI com 20 leitos operando 24 horas por dia. Nossas salas cirúrgicas são locadas.

Repudiamos quaisquer práticas criminosas que nos foram indevidamente atribuídas! Tal acusação é absurda!
Além disso, o Dr. Bolivar Guerrero não pertence ao quadro societário desta empresa, como descrito pela imprensa.

– DATA DA INTERNAÇÃO DA PACIENTE 01/06/2022.
-ACOMODÇÃO: APARTAMENTO PRIVATIVO COM DIREITO A ACOMPANHANTE .
– PACIENTE RECUSA-SE A SAIR DA UNIDADE, (TRANSFERIDA)
-TODO CUSTO DA PACIENTE MANTIDO PELO CIRURGIÃO, INCLUSIVE COM ATENDIMENTOS EXTERNOS.

LEIA MAIS:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS