sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Motorista de aplicativo é atingida por bala perdida em estrada onde músico morreu com 80 tiros, no RJ

Rio – Uma motorista de aplicativo morreu ao ser atingida por uma bala perdida enquanto dirigia na tarde deste sábado, na Estrada do Camboatá, em Deodoro, Zona Oeste do Rio de Rio de Janeiro. Ela foi identificada como Danubia Lima Santos Batista. Caso aconteceu na Estrada do Camboatá, mesmo local onde o músico Evaldo Rosa morreu ao ter o carro alvejado por 80 tiros em abril de 2019.

O caso aconteceu quando policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) se depararam com criminosos que tentavam assaltar um veículo e entraram em confronto com os bandidos. De acordo com a Polícia Militar, Danubia passava pelo local no momento do tiroteio e foi ferida. Ela foi socorrida ao Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na Zona Norte, mas não resistiu ao ferimento. A ocorrência foi encaminhada para a 35ª Delegacia de Polícia (DP), no bairro de Campo Grande, e para a Delegacia de Homicídios da Capital.

A PM informou que dois criminosos foram detidos na ação. Um deles foi baleado pelos agentes e também foi socorrido para o Hospital Estadual Carlos Chagas. O terceiro conseguiu fugir. Ainda segundo a corporação, um revólver calibre 38 foi apreendido.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) informou que foi instaurado um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Danubia e que diligências estão em andamento para esclarecer o caso.

O Dia

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também