Manaus, 8 de julho de 2020

MPF entra com ação contra Silvio Santos por erotização de crianças

A denúncia do MPF é referente ao quadro “Miss Infantil”, no programa do apresentador, apresentado em setembro de 2019.
Por João Paulo Castro
Publicado em 25/05/20 às 10h47
sbt mpf

Foto: Reprodução/SBT

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação civil pública contra o dono do SBT, Silvio Santos, a emissora e a União por erotização de crianças, no quadro “Miss Infantil”, no programa do apresentador, em setembro de 2019.

O MPF acusa Silvio Santos e o SBT de exibir crianças “de forma erotizada, em roupas de banho e com perguntas e comentários de teor sexual do apresentador.”

O ‘Miss Infantil’ elegeu o “busto mais bonito” e o “colo mais belo” das candidatas, meninas de sete a dez anos.

Na ação, o procurador da República Camões Boaventura, afirma que o quadro feriu a Constituição e o Estatuto da Criança e do Adolescente e considerou que o ‘Miss Infantil’ expôs as crianças a uma situação vexatória.

Como direito de resposta, o procurador pede que seja exibido um programa educativo com o mesmo tempo e repetições da atração que fale sobre sexualização infantil.

A título de indenização, a ação pede o pagamento de R$ 1 milhão por danos morais coletivos por parte do SBT, de Silvio Santos e da União. O dinheiro seria destinado ao Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente (FNCA).

A assessoria de imprensa do SBT ainda não se manifestou sobre a decisão. O caso tramita em segredo de Justiça.

Abuso Infantil

Diariamente, crianças e adolescentes são expostos à violência sexual. Até abril de 2019, o Disque 100 recebeu mais de 4 mil denúncias de abuso infantil em todo o Brasil, mas sabemos que esses dados não estão nem perto da realidade, uma vez que ainda é difícil ter estatísticas que realmente abranjam o problema de forma real.

Isso se dá por inúmeros fatores como, por exemplo, pelo preconceito e pelo silêncio das vítimas (que às vezes não entendem o que está acontecendo com elas) e pela “vergonha” e falta de informação sobre o assunto de familiares.

Segundo o estudo da Rainn, a maior organização social contra a violência sexual dos Estados Unidos, 93% dos casos acontecem quando o agressor é próximo e tem “poder” sobre a vítima, como pais, primos, tios, avôs, vizinhos e professores.

Como proteger as crianças da violência sexual

Embora o abuso infantil seja um tema complicado de ser abordado, ele é extremamente importante. Primeiro, porque é algo que acontece frequentemente em muitos lares brasileiros e, segundo, porque ele pode ter consequências danosas às vítimas.

Por Catraca Livre

sbt mpf

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap