Mulher é encontrada morta dentro de caixa e com bilhete de facção na Ponta Negra

Cadela Fiona, do CipCães, encontrou a localização exata de onde estava o corpo.
Por Raphael Sampaio
Publicado em 09/08/20 às 12h14

(Foto: Jhonata Lobato)

Uma mulher não identificada, de aproximadamente 40 anos, foi encontrada sem vida, dentro de uma caixa, na avenida Cecília Meirelles, bairro Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus.

De acordo com a Polícia Militar, a guarnição da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada inicialmente para atender o encontro de um corpo esquartejado, o que não se confirmou. Por se tratara de uma área de difícil acesso, o CipCães foi chamado para reforçar o efetivo, que conta com a cadela farejadora Fiona. Foi a unidade canina que identificou o local onde estava a vítima.

Apesar de não identificada, a vítima possuía sinais pelo corpo que podem ajudar descobrir o seu nome. Pelo menos duas tatuagens foram encontradas no corpo da mulher. No pulso direito ela tinha uma tatuagem escrita “Rosa”. Já à esquerda do pescoço, outra tatuagem, escrita “Deivison”. Segundo o delegado plantonista da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) Luiz Rocha, familiares que têm parentes desaparecidos com essa característica podem procurar a unidade policial.

Segundo Rocha,a vítima apresenta sinais de ter sido morta por estrangulamento em outro local e depois deixada na área em que foi encontrada.Um bilhete assinado por uma facção criminosa também estava junto à vítima. Na carta ´havia uma mensagem que afirmava que a mulher encontrada era informante de uma facção rival e por isso foi assassinada.

A DEHS deve continuar as investigações acerca da dinâmica e autoria do crime. Peritos do Departamento de Polícia Técnico- Científica (DPTC) coletaram evidência para análises técnicas e podem contribuir com o inquérito. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remover o corpo.

Raphael Sampaio com informações de Jhonata Lobato

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap