sexta-feira, 27 de maio de 2022

Polícia

‘Pacu’ é preso suspeito de atirar em policial durante assalto em Manaus

MANAUS (AM) – Jhones Odlaniger do Amor Santana, 23, conhecido como “Pacu”, foi preso por envolvimento no latrocínio tentado que teve como vítima um sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM). A prisão ocorreu na tarde dessa sexta-feira (13), por meio de policiais do 4° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O crime ocorreu no dia 5 de maio deste ano, em um estabelecimento comercial localizado na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

Durante coletiva de imprensa realizada no 14° DIP, o delegado Christiano Castilho, titular da unidade policial, informou que quatro pessoas participaram da ação criminosa; Jhones, Larissa Pereira Simplício, conhecida como “Formiguinha”, que também já foi presa pela PMAM, além de outros dois indivíduos que estão sendo investigados.

“Na ocasião do delito, Larissa e um dos infratores entraram na loja onde o policial militar trabalhava como segurança, o intuito deles era roubar apenas a arma de fogo que o policial possuía. Porém, ele acabou reagindo e houve troca de tiros. A vítima foi alvejada com tiros no rosto e no tórax, e foi levada para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, onde encontra-se internada”, detalhou o delegado.

A autoridade policial explicou que a participação de “Pacu” foi dar apoio do lado externo do estabelecimento comercial, durante a fuga do grupo.

“Iniciamos as investigações e chegamos a identificação deles, com base nisso, solicitamos à Justiça pelos mandados de prisão preventiva, e as ordens judiciais foram expedidas na quinta-feira (12/05), pelo juiz Luís Alberto Nascimento Albuquerque, do Plantão Criminal”, relatou Castilho.

Prisão – Com a ordem judicial decretada, os policiais seguiram em busca de Jhones e conseguiram efetuar a sua prisão na rua do Areal, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus. “As investigações devem continuar para prender os demais envolvidos no crime”, afirmou o delegado.

Procedimentos – O indivíduo responderá pelo crime de homicídio tentado. Ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

MATERIAS RELACIONADAS