Parlamentar denuncia transporte de pessoas com Covid-19 ao interior

Confira os destaques da Política local e nacional.
Por Edilânea Souza
Publicado em 09/06/20 às 02h35
Parlamentar

O deputado Adjunto Afonso denunciou nesta segunda-feira (9), durante sessão plenária remota na Assembleia Legislativa do Amazonas (AM), a situação de voos fretados e de táxis aéreos, com destino ao interior do Estado, conduzindo pessoas com suspeita de infecção por Covid 19. O parlamentar solicitou a interferência imediata da Fundação de Vigilância e Saúde (FVS/AM) e da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para que fiscalizem as empresas que operam nesse setor e praticam esse tipo de ação.

Situação precária

Outra denúncia feita durante a sessão remota na Aleam foi do deputado Sinésio Campos que disse que a rodoviária de Manaus está em situação precária e é uma das piores do país. De acordo com o parlamentar falta fiscalização no local, que pode servir como ponto de escoamento de drogas entre outros ilícitos.

“Até hoje não foi dada resposta para essa “imundície” da rodoviária de Manaus. É uma porcaria, é a pior rodoviária do Brasil. Não tem controle de quem entra e quem chega na rodoviária, pode ter tráfico de drogas, de crianças, e não tem um Juizado de menores”, disse Sinésio, que na ocasião da fala se discutia sobre os meios de transporte no Amazonas.

Gastos excessivos

O vereador Chico Preto (DC) voltou a criticar os gastos excessivo da Prefeitura de Manaus e desta vez com a compra de 43.340 mil bolas no valor de R$ 1. 260 milhão, em pleno o período da pandemia. De acordo com o parlamentar, a Prefeitura emitiu decreto no dia 31 de março sobre medidas de redução de despesas e no dia seguinte (1 de abril), anuncia foi feito o comunicado da compra de bolas.

O parlamentar disse ainda, que não houve redução nos contratos de fornecimento de gasolina, de viagens e de publicidade (R$ 28 milhões – março a maio) e ainda teve acréscimo no consumo de energia elétrica, sendo que grande parte das secretarias estão fechadas desde março. “Os contratos com publicidade no site da Prefeitura são de 28 milhões e para o Covid foi de 15 milhões, ou seja, quando as lágrimas não valem de nada. Porque se eu choro porque eu estou comovido com a situação das pessoas que moram em Manaus, eu investiria mais para comprar azitromicina pra colocar nos postos de saúde, investiria para comprar ivermectina para salvar as pessoas”, disse Chico Preto.

Pacote de obras

E por falar na Prefeitura de Manaus, o prefeito Arthur Neto anunciou um pacote de obras em toda à cidade, entre elas a demolição e reconstrução do terminal de integração de ônibus, na avenida Constantino Nery, que custará aos cofres públicos mais de R$ 10 milhões e tem previsão para entrega somente em 2021.

Leia mais: Dados sobre a Covid-19 serão explicados, afirma Bolsonaro

Parlamentar

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link