Pazuello diz que Manaus será a primeira capital a ser imunizada contra a Covid-19

Manaus
Pazuello também disse que a Agência Nacional de Vigilância e Saúde (Anvisa) se pronunciará neste domingo (17) sobre a autorização de uso emergencial das vacinas no Brasil
Por Edilânea Souza
Publicado em 13/01/21 às 10h39

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (13), o ministro da Saúde general Eduardo Pazuello disse que a capital Manaus está como prioridade para receber a imunização contra a Covid-19, prevista para iniciar no dia 20 de janeiro.

“Ninguém receberá a vacina antes de Manaus”, ressaltou o ministro da Saúde.

Pazuello disse que aviões brasileiros saem hoje para buscar 2 milhões de doses na Índia e que o Instituto Butantan já tem 6 milhões da CoronaVac produzidas, porém o ministro não deixou claro a quantidade que será distribuída para cada estado.

“Manaus é a prioridade nacional deste momento e não poderia deixar de ser e eu ressalto que não tem como resolver essa situação se nós não transformarmos o atendimento precoce em prioridade. E esta já é uma prioridade do prefeito David Almeida (Avante) que abriu a Unidade Básica de Saúde (UBS) Nilton Lins e está se comprometendo em abri todas as UBSs”, disse o ministro.

O ministro disse que outra medida adotada pelo MS para o combate da doença na capital amazonense é quanto a abertura de mais 60 leitos no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), além da chegada de isotanques de oxigênio para reforçar às Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Da rede estadual de saúde e enfermarias de campanha para os hospitais que estão com a capacidade de lotação máxima.

Pazuello também disse que a Agência Nacional de Vigilância e Saúde (Anvisa) se pronunciará neste domingo (17) sobre a autorização de uso emergencial das vacinas no Brasil.

Usinas geradoras

O ministro disse que também estão sendo providenciadas a compra, transporte e instalação de 10 miniusinas geradoras para suprir às necessidades dos hospitais da cidade. De acordo com Pazuello cada unidade vai gerar 5 mil metros cúbicos de oxigênio.

Visita criticada

A visita de Pazuello em Manaus tem sido muito criticada no meio político. De acordo com alguns parlamentares nem o governo federal e nem o MS estão mostrando efetividade no combate ao novo coronavírus. Uma das críticas partiu do senador Eduardo Braga (MDB) que disse que a visita do ministro foi frustante e não acrescentou em nada.

O deputado federal Átila Lins (PP) também criticou o ministro da Saúde.

Leia mais: Eduardo Braga diz que visita de Pazuello em Manaus foi frustrante

Manaus

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap