Pedido de intervenção será encaminhado ao presidente Bolsonaro nesta quarta-feira (22)

Confira os destaques da Política local e nacional.
Por Edilânea Souza
Publicado em 22/04/20 às 10h42
Bastidores

O pedido de intervenção federal na saúde do Amazonas, aprovado na última segunda-feira (20) pelos deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), será encaminhado ao presidente da República Jair Messias Bolsonaro, nesta quarta-feira (22).

A medida foi apresentada pelo presidente da Casa, Josué Neto (PRTB), delegado Péricles (PSL), João Luiz (Republicanos), Mayara Pinheiro (PP), Felipe Souza (Patriota) e Fausto Jr (PV). O documento ainda foi subscrito pelos deputados Sinésio Campos (PT), Belarmino Lins (PP), Mayara Pinheiro (PP), Dermilson Chagas, Wilker Barreto (Podemos), Adjuto Afonso (PDT) e Serafim Corrêa (PSB).

Constituição Federal

O documento aprovado pela Aleam e que será encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro é baseado nos artigos 34 e 84 da Constituição Federal que prevê entre as possibilidades de intervenção: assegurar os direitos da pessoa humana e o comprometimento da ordem pública. O artigo 84 prevê que cabe ao presidente da República decretar a intervenção federal.

União na crise

O deputado federal Marcelo Ramos usou sua conta no Twitter para parabenizar as ações adotadas pelo prefeito de Manaus no combate ao coronavírus. Mesmo alegando indiferença entre ele e Arthur Neto, o deputado reconheceu o empenho do prefeito.

“Todos sabem que tive profundas diferenças com o Prefeito de Manaus, mas quero reconhecer aqui a forma serena e sensível que ele tem conduzido o enfrentamento dessa crise. Coloco-me à disposição e essa semana libero uma emenda pra Manaus. É hora de união pra salvar vida!”, tuitou.

Cadastro de alunos 

O programa “Merenda em Casa” está chegando para distribuir alimentação aos alunos da rede estadual. A partir desta quarta-feira (22/04), alunos, pais ou responsáveis de Manaus já poderão solicitar o benefício através do aplicativo SASI que está disponível para download nas plataformas digitais Apple Store e Google Play. O benefício foi criado por meio do Decreto de nº 42.196, de 17 de abril de 2020. 

MATÉRIAS RELACIONADAS