quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Pesquisa aponta que junho foi o pior mês da história do bitcoin

Nenhum dos 40 criptoativos mapeados pelo ranking teve variação positiva. Bitcoin caiu 30,47% frente ao Real
(Foto: Michael Wensch/Domínio Público)

A QR Asset Management divulgou em ranking mensal que junho foi o pior mês da história do bitcoin. Com o baixo rendimento, este também foi o pior trimestre e pior semestre desde a sua criação. O ativo registrou uma queda de 30,47% frente ao Real. No Brasil, a variação negativa foi amenizada devido à alta do dólar.

O Ethereum teve um déficit ainda pior, encerrando o mês com 38,90% de declínio. O declínio de players de renome no ecossistema pôs o Ether “contra a parede” por ser colateral de muitos empréstimos e posições alavancadas.

Foi observado um número de vendas acima do normal por causa da liquidação forçada de diversas operações pertencentes ao fundo, o que influenciou no baixo desempenho em junho.

Entre todos os criptoativos mapeados, nenhum teve variação positiva. O Bitcoin Cash (BCH) foi o pior, devido a queda de 44,06% no mês. O ativo com melhor perfomance no mês foi o Theta Token (THETA), que fechou junho com queda de 1,12%. Além do THETA, as criptomoedas que lideram o mês são Shiba, Uniswap (UNI), FTT (o token utilitário da exchange FTX) e Chainlink (LINK).

LEIA MAIS:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também