Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

11 de agosto, 2022

Podcast ‘Kariwa Bacana’ destaca indígenas e negros na formação cultural da Amazônia

João Paulo Barreto, Clarinda Ramos e Kerolayne Kemblin são os entrevistados do projeto
(Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Exaltar dois elementos historicamente e violentamente silenciados na formação sociocultural da Amazônia é a proposta do podcast ‘Kariwa Bacana – Personalidades da cultura popular’ que será lançado nesta terça-feira (19), a partir das 20h, com pocket show online do cantor e compositor indígena Ary Até Ykuema no canal Kariwa Bacana no YouTube.

Cantor e compositor indígena Ary Até Ykuema (Foto: Divulgação)

O pesquisador e antropólogo João Paulo Lima Barreto, a antropóloga e pedagoga Clarinda Ramos e a arte-educadora Kerolayne Kemblin são os entrevistados do podcast contemplado no edital Prêmio Manaus 2021 Zezinho Corrêa da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Prefeitura de Manaus.

Com produção da jornalista e produtora Patrícia Borges, o podcast, gravado inteiramente em formato remoto, apresenta três entrevistas com o intuito de promover reflexão e visibilizar o pensamento de representantes da cultura amazônica, reverberando conhecimentos em uma linguagem direta, popular e acessível.

“Precisamos valorizar e aprender sobre os diversos saberes e epistemologias dos povos indígenas e pretos na Amazônia. Tive a oportunidade de ouvir pessoas que compartilham cosmovisões ancestrais e nos propõem decolonizar nosso pensamento”, disse a produtora.

João Paulo Barreto é o primeiro indígena doutor formado pelo Programa Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Amazonas. A liderança Tukano é coordenador do Bahserikowi – Centro de Medicina Indígena do Amazonas. A relação entre educação, conhecimentos acadêmicos e conhecimentos tradicionais foi tema da conversa.

Clarinda Ramos é co-fundadora da primeira casa de comida indígena de Manaus, o Biatüwi. Mestra em Antropologia Social também pelo PPGAS/UFAM, a indigena Sateré-Mawé fala sobre resistência cultural e culinária indígena em meio urbano.

Kerolayne Kemblin é artista visual, empreendedora, arte-educadora, licenciada em Artes Visuais pela Universidade Federal do Amazonas. Desenvolve trabalhos em grafite, pintura, lambe-lambe e colagem. Sua arte contempla suas vivências como mulher preta amazônida, buscando a valorização da autoestima do povo preto.

As entrevistas serão disponibilizadas no canal Kariwa Bacana no Youtube a partir do dia 19 de abril e, ao final do mês, ficarão disponíveis também na plataforma de áudio Spotify.

Live de lançamento

Para pontuar e ressignificar o Dia dos Povos Indígenas, o podcast ‘Kariwa Bacana – Personalidades da Cultura Popular’ será lançado com pocket show do artista Ary Até Ykuema (Arivaldo Bueno), representante da música Kuximawara, manifestação cultural de São Gabriel da Cachoeira (AM). O cantor e compositor Baré agita as festas de Santo nas comunidades do Alto Rio Negro e apresentará algumas canções do seu repertório autoral a partir das 20h. Para assistir à transmissão acesse o canal Kariwa Bacana no Youtube:

MATERIAS RELACIONADAS