Políticos do Amazonas estão sob suspeita de coronavírus

O presidente do Senado, David Alcolumbre, anunciou nessa quarta-feira (18), que testou positivo para o coronavírus.
Publicado em 19/03/20 às 09h32
Por Edilânea Souza

Há exatamente uma semana, o presidente do Senado David Alcolumbre esteve em Manaus para cumprir agenda com o governador do Amazonas, Wilson Lima, e nesta quarta-feira (18), o mesmo anunciou que testou positivo para o coronavírus. Na comitiva, oito dos 11 parlamentares amazonenses viajaram com Alcolumbre, no avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Outro parlamentar que já se isolou e que estava nesta comitiva é o senador Omar Aziz. Além dele, o senador Eduardo Braga, os deputados federais Marcelo Ramos, Sidney Leite e Silas Câmara também estiveram na comitiva.

Da bancada estadual, a deputada Alessandra Campêlo,Dr. Gomes, Josué Neto também participaram da coletiva. Além dos parlamentares, o superintendente da Zona Franca de Manaus, Coronel Menezes, empresários e funcionários de empresa do distrito também estiveram com Alcolumbre.

Testes

O governador Wilson Lima coletou material para fazer exame para o novo Coronavírus (Covid-19), no início da noite desta quarta-feira (18/03), e aguarda o resultado do teste. Embora não apresente nenhum sintoma, o governador está isolado conforme recomendação da vigilância epidemiológica.

Isolamento

O capitão Alberto Neto também divulgou em rede social um vídeo falando de seu isolamento. Aparentemente gripado, mesmo negando em vídeo, o Capitão da PM informa que a medida é preventiva, pois ele esteve com o presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que contraiu o novo coronavírus.

Proliferação

Até quarta-feira (18), a comitiva brasileira tinha 18 casos confirmados, sendo os dois últimos de ministros próximos ao presidente: Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e Bento Albuquerque, do Ministério de Minas e Energia. O primeiro exame de ambos deu negativo e a doença foi confirmada apenas no segundo teste.

Informações dão conta de que mais duas pessoas que estavam na comitiva do presidente Bolsonaro confirmaram positivo para o coronavírus, chegando ao número de 20 pessoas infectadas.

Entre os demais infectados estão o secretário da Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, o deputado Daniel Freitas (PSL-SC) e o presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Robson Andrade. O prefeito de Miami, Francis Suarez, um dos anfitriões de Bolsonaro nos EUA, também teve resultado positivo para o coronavírus.

Leia mais: Aleam suspende atividades a partir desta quinta-feira

MATÉRIAS RELACIONADAS