quarta-feira, 17 de agosto de 2022

“Preciso pedir perdão”, diz Leo Dias sobre noticiar estupro e gravidez de Klara Castanho

"Ela foi covardemente exposta. Tenho consciência disso", disse o colunista
Leo Dias e Klara Castanho. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Leo Dias usou as redes sociais para se explicar ao público e pedir perdão à Klara Castanho, após vazamento de detalhes da história pessoal da atriz, que engravidou depois de ser vítima de estupro e, assim, decidiu entregar a criança à adoção.

De acordo com Leo Dias, há mais de um mês, ele foi procurado por uma profissional, não identificada, de um hospital privado para falar sobre o caso de Klara Castanho, que tem 21 anos.

LEIA TAMBÉM: Familiares e amigos se despedem de jornalista Dom Phillips em funeral

“Fiquei surpreso ao saber que a mulher que deu à luz aquela criança era Klara Castanho. Até aquele momento, eu não tinha noção do contexto de violência envolvendo a gestação”, diz Leo Dias.

“O relato de Klara foi tão impactante, aquela história era tão perturbadora, que, em um ato irrefletido, me ofereci para adotar a criança”, comenta.

“Ela foi covardemente exposta. Tenho consciência disso.”, afirma.

“Mesmo que eu soubesse de tudo desde o início, eu não deveria ter escrito nenhuma linha sobre esta história ou ter feito qualquer comentário sobre algo que não tenho o direito de opinar. Apesar da minha proximidade com o fato, reconheço que não tenho noção da dor desta mulher. E, por isso, peço, sinceramente, perdão à Klara”, concluiu.

‘Relato mais difícil’

Após ver a história ser comentada e também ser alvo de ataques por parte de alguns internautas, Klara Castanho usou a conta no Instagram para publicar uma carta aberta, revelando que foi estuprada, engravidou e decidiu entregar o bebê diretamente para adoção.

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. No entanto, não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que eu sofri. Eu fui estuprada”, disse a jovem sobre o momento que viveu nos últimos meses.

Confira a carta aberta:

Coren-SP vai apurar denúncia de Klara Castanho sobre vazamento de informações sigilosas

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) anunciou neste domingo (27) que vai apurar a denúncia da atriz Klara Castanho sobre ter sido abordada por uma enfermeira, que teria ameaçado divulgar para a imprensa informações sobre a entrega para adoção de bebê fruto de um estupro.

Em nota, o Coren-SP ressalta que compete ao conselho investigar situações em que haja infração ética praticada por profissional de enfermagem e adotar as medidas previstas no Código de Processo Ético dos Conselhos de Enfermagem.

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também