Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

13 de agosto, 2022

Prefeitura de Coari é alvo de investigação do MP-AM por improbidade administrativa

Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) iniciou um inquérito civil para investigar a Prefeitura de Coari, distante a 362 quilômetros de Manaus, pela prática de improbidade administrativa, ou seja, ato ilegal contra a gestão pública brasileira.

A investigação tem como alvo principal um contrato firmado pela prefeitura do município com o Banco Bradesco S/A através da pessoa jurídica identificada como North Consultoria Empresarial LTDA.

Segundo o MP, esse tem como objetivo realizar pagamentos de agentes públicos ativos e inativos, pensionistas do INSS em Coari e credores, arrecadação de impostos e pagamento de beneficiários que pertencem a programas sociais de maio de 2018 até outubro de 2019.

O inquérito é fruto de uma parceria do ministério com a 1ª Promotoria de Justiça de Coari, assinada por Weslei Machado, promotor de Justiça Substituto.

A decisão foi divulgada na tarde desta terça-feira (29) no Diário Oficial do órgão.

De acordo com o artigo 127 da Constituição Federal de 1988, o MP tem a missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses sociais indisponíveis.

Uma relação com o nome de servidores públicos, entre cargos efetivos, comissionados e contratos temporários, deve ser apresentada pela Secretaria de Administração junto ao MP.

A Prefeitura de Coari deve prestar esclarecimentos em prazo ainda ser definido pelo ministério e apresentar sua folha/ordem de pagamento referente ao período citado pela equipe de investigação.

Por João Paulo Castro

MATERIAS RELACIONADAS