quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Prefeitura intensifica ações de saúde para alertar população sobre perigo das hepatites virais

Ações fazem parte do Julho Amarelho
Foto: Henrique Souza/Semsa

Manaus (AM) – A Prefeitura de Manaus abriu, oficialmente, nesta quinta-feira, (7), a campanha “Julho Amarelo”, movimento nacional que alerta sobre a importância da vigilância, prevenção e controle das hepatites virais, na praça Heliodoro Balbi, no Centro. As equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ofertaram até as 16h, testes rápidos para identificação de hepatites virais e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), além de ações de educação em saúde e oferta de preservativos masculinos e femininos. No total, foram realizados 892 testes ao longo da programação, que contou com o apoio de Organizações da Sociedade Civil (OSCs), instituições públicas e órgãos de saúde do Estado.

A subsecretária de Gestão da Saúde, Aldeniza Araújo, acompanhou a programação e reforçou que, no mês de julho, as ações são intensificadas, mas as unidades da Semsa ofertam serviços  de forma rotineira para a identificação da doença, que é “silenciosa”, e que se não for tratada de forma rápida, pode causar danos irreversíveis.

Leia também: Novo sistema de radiocomunicação digital é implantado em sete municípios do Amazonas

“Além da oferta dos testes rápidos que realizamos na praça da Polícia, nós reforçamos o trabalho de educação em saúde, enfatizando as formas de proteção proporcionadas pela vacina, uso de preservativos, cuidado no preparo dos alimentos, higiene das mãos e outras formas de proteção. Mas é importante frisar que nosso trabalho não se restringe ao “Julho Amarelo”, nossas ações acontecem, de forma continuada, em 193 unidades, que, além do teste rápido, trabalham com a vacinação e outras ações de cuidado para evitar as hepatites”, pontuou Aldeniza.

Para a chefe do Núcleo de Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) e Hepatites Virais, Rita de Cassia Castro de Jesus, o “Julho Amarelo” é uma campanha nacional em que o ponto alto é o dia 28, mas a Semsa começa a intensificação desde os primeiros dias do mês, para sinalizar a importância da prevenção com orientações e diagnóstico ao longo do mês.

“A mobilização da sociedade para as hepatites virais é muito importante e, este ano, temos a parceria de vários atores, de várias instituições, como organizações da sociedade civil, a Fundação de Vigilância em Saúde, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado da Cultura e muitas outras. São muitas pessoas se mobilizando nas ações de educação em saúde, testes, vacinas, prevenção. É um evento importante para alertar a população”, sintetizou.

A técnica do Núcleo de Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, Christiane Melo, explicou que as pessoas cujos resultados dos testes foram positivos para hepatites e outras ISTs foram encaminhadas para os centros de referência para fazer testes complementares para confirmação do diagnóstico e tratamento.

Leia também: Semáforos inteligentes serão implantados em principais vias de Manaus

“Mas é importante frisar que os testes rápidos estão disponíveis nas unidades de saúde durante o ano inteiro. Todas as pessoas que quiserem fazer o teste podem comparecer às UBSs sem pedido médico, é livre demanda. As hepatites são doenças silenciosas, e é preciso estar alerta, principalmente, para os tipos B e C. As pessoas precisam procurar as unidades de saúde para investigar sua condição sorológica, porque a doença aguda da hepatite é praticamente assintomática, demora dez anos para se manifestar e, muitas vezes, é confundida com um mal-estar: a pessoa acha que é porque comeu algo que lhe fez mal e aí não procura o médico ou procura assistência quando a situação já está crítica”, esclareceu.

Ao longo do mês de julho, as unidades de saúde da Semsa intensificarão a oferta de testes rápidos, de vacinação e distribuição de preservativos. As ações de educação em saúde também ganham reforço com palestras e ações de sensibilização quanto ao uso de preservativos, a vacinação contra hepatites A e B nas 171 salas de vacina da Semsa, os alertas sobre as formas de transmissão, cuidados e observação de sintomas que podem indicar a presença da doença.

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também