Professora que foi atropelada por ex-jogador do Botafogo morre no RJ

A professora Maria Cristina José Soares estava na companhia do marido quando o acidente aconteceu. Marcinho fugiu sem prestar socorro
Por João Paulo Castro
Publicado em 05/01/21 às 20h02
professora jogador
professora jogador

Manaus – A professora Maria Cristina José Soares, de 66 anos, que foi atropelada pelo lateral-direito Marcinho, ex-jogador do Botafogo, morreu na noite desta terça-feira (5) no Hospital Vitória, no Rio de Janeiro. Familiares confirmaram a informação para o Globo Esporte.

O caso aconteceu no dia 30 de dezembro de 2020, no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A idosa estava na companhia do seu marido, Alexandre Silva de Lima, 44, no momento do acidente.

Alexandre morreu no local e a professora recebeu atendimento médico. Marcinho fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Segundo testemunhas, o veículo conduzido pelo jogador estava a em alta velocidade e ainda teria passado por cima do corpo da vítima fatal, arrastando-a por alguns metros.

Marcinho e o pai do jogador, Sergio Lemos de Oliveira, prestarem depoimento na última segunda-feira, o delegado Alan Luxardo, que comanda as investigações sobre o atropelamento do dia 30 de dezembro, ouviu testemunhas que presenciaram o acidente.

De acordo com o advogado das vítimas, André Nascimento, os relatos contradizem o depoimento do condutor do veículo.

Com informações do G1
Foto: Divulgação

Leia também: Igreja Católica suspende atividades presenciais por conta do aumento de casos por Covid-19 no AM

professora jogador

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap