quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Próximo do período de Black Friday, Procon lista sites não confiáveis

O Procon elaborou a sua famosa lista contendo de lojas online não confiáveis para que o consumidor saiba onde não é seguro gastar o seu dinheiro nesta Black Friday.

Por meio de um trabalho contínuo de monitoramento e análise, o Procon checa de forma constante ofertas de produtos e serviços, para confirmar sua legitimidade e seu compromisso com o Código de Defesa do Consumidor. Os sites com reclamações registradas no órgão e que, após isso, não se manifestam, ou não são encontrados, entram na relação.

Em alguns casos, constata-se que a venda se trata de um golpe, e não de uma oferta real. Para garantir que o consumidor tenha conhecimento de que outras pessoas já foram lesadas por esse esquema, a entidade passou a divulgar, frequentemente, uma lista com os sites não recomendados.

Lojas não confiáveis (Fonte: TechTudo/Reprodução)
Lojas não confiáveis. (Fonte: TechTudo/Reprodução)

Exemplos de sites não confiáveis

Você pode conferir a lista completa de lojas, que é constantemente atualizada, checando o portal da entidade: Procon.

O problema pode envolver desde a falta de preços em produtos a problemas em sua informação (validade, falta de rótulo ou etiqueta em língua portuguesa).

procon sp
Lista de lojas do Procon-SP

Cuidados simples e eficazes
Um dos recursos criados para ajudar o consumidor a se prevenir é a extensão CanBuy, para Chrome. Trata-se de uma ferramenta que pode ser baixada em seu navegador e confere a URL de um site, verificando se ele consta na lista de lojas do Procon.

Sites de lojas confiáveis têm uma conexão segura, com certificados SSL de criptografia para proteger os dados dos clientes. Em muitos casos, sites criminosos não oferecem a opção de pagamento por cartão de crédito, devido ao uso de boletos falsos. Além disso, outros cuidados básicos podem fazer toda a diferença, como se atentar a compartilhamentos e links suspeitos nas redes sociais.

Conte com a ajuda do Procon
Além de exibir as listas com sites não confiáveis, o órgão oferece suporte contínuo em seus postos de atendimento ou via telefone. Caso você identifique algum tipo de comportamento suspeito em uma loja onde pretende comprar ou se sinta lesado após uma transação, contate-os imediatamente.

Tecmundo com informações de Techtudo/Procon/R7

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também