Recursos não usados do Fundeb se tornarão abono para professores

Recursos não utilizados no Fundeb
Recursos não usados por conta da suspensão das aulas presenciais acumularam mais de R$ 100 milhões, que podem ser usados como auxílio para professores
Por Henrique De Mesquita
Publicado em 24/11/20 às 10h59

A confirmação que o Governo do Amazonas vai transformar os recursos não usados do Fundo de Manutenção à Educação Básica (Fundeb) em abono salarial para os professores foi comemorada pelo deputado estadual Fausto Jr (PRTB).

O parlamentar é o autor da indicação ao governador Wilson Lima, solicitando que os recursos do Fundeb sejam transformados em abono para os profissionais da Educação.

A confirmação do governador Wilson Lima ao pedido de Fausto Jr. foi comemorado nas redes sociais, onde o deputado disse que o pagamento deve acontecer até o final de dezembro.

Neste ano, por causa da pandemia do coronavírus (causador da covid-19), as escolas da rede estadual ficaram quase cinco meses sem aulas presenciais. A suspensão das atividades permitiu uma economia de mais de R$ 100 milhões no Fundeb.

No início de novembro, Fausto Jr. encaminhou ao governador Wilson Lima e ao secretário de Educação, Luiz Fabian, a indicação para que os recursos não usados do Funbeb fossem transformados em abono.

O deputado sugeriu que o abono seja pago a todos os trabalhadores da Educação, como professores, merendeiras, pedagogos, bibliotecários, vigias e faxineiros, entre outros.

Nesta semana, o governador conversou com jornalistas e disse que os professores receberão um dos maiores abonos da história do Estado, graças o uso das sobras do Fundeb.

Para garantir que todos os profissionais da Educação tenham direito ao benefício, Fausto Jr. afirmou que continuará recolhendo assinaturas em uma petição on-line, que será entregue ao governador.

“Defendo que os recursos do Fundeb sejam divididos entre todos os servidores da Educação, principalmente aqueles mais humildes, com salários mais baixos”, afirmou Fausto.

Para participar da petição on-line, basta acessar as redes sociais do deputado e clicar no link ‘Abono Já!’

Com informações da Assessoria
Foto: Divulgação

Leia também: Monitoramento Ambiental para conservação da Amazônia usando novas tecnologias abre segundo painel da SCT

Recursos não utilizados no Fundeb

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap