sexta-feira, 27 de maio de 2022

Cidades, Oportunidades

Residentes jurídicos aprovados em exame de seleção na PGM se apresentaram nesta segunda

Mais de 1.100 candidatos participaram do 2° Exame de Seleção, que ofereceu 20 vagas
Fotos: João Viana

Manaus (AM) – Um grupo de bacharéis em direito aprovado no 2° Exame de Seleção do Programa de Residência Jurídica (PRJ), daPrefeitura de Manaus, convocado para o início imediato, esteve nesta segunda-feira (21/2), reunido com o procurador-geral do município, Ivson Coêlho e Silva, o subprocurador adjunto, Marco Aurélio de Lima Choy e com o procurador-chefe do Centro de Estudos, Divulgação e Biblioteca (CEDB), Pablo da Silva Negreiros.

“A reunião com o grupo de aprovados serviu para que conhecêssemos a área de atuação que eles têm familiaridade com as matérias das procuradorias especializadas e assim distribuí-los de forma que tenham maior aproveitamento possível durante o Programa de Residência Jurídica”, explicou Ivson.

O edital com a chamada de 16 novos residentes jurídicos aprovados no 2° exame de seleção do PRJ, da Procuradoria Geral do Município (PGM), será publicado na edição nº 5.290, do Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira.

De acordo com Marco Aurélio Choy, o PRJ tem o objetivo de proporcionar a bacharéis em Direito o conhecimento prático e teórico da advocacia pública.

“O PRJ é uma via de mão dupla, porque recebe profissionais qualificados que passaram num processo seletivo muito complexo, difícil, e vem auxiliar os procuradores do município na defesa do interesse da população manauense e ao mesmo tempo contribui com a formação acadêmica e profissional deles”, destacou Choy.

Formação

O Programa de Residência Jurídica da PGM se caracteriza como treinamento em serviço, no qual o aluno-residente recebe uma bolsa-auxílio mensal de R$ 2.500, valor estipulado em lei.

Mais de 1.100 candidatos participaram do 2° Exame de Seleção, que ofereceu 20 vagas, sendo duas vagas reservadas para Pessoas com Deficiência (PcDs). A prova foi realizada em única etapa, em dezembro de 2021.

Conforme o procurador-chefe do CEDB – setor da PGM responsável pelo desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão – Pablo da Silva Negreiros, este é o início de uma jornada de aprendizado teórico e prático para os 16 residentes.

“O CEDB é o órgão que coordena na PGM o Programa de Residência Jurídica. Neste aspecto, além de ordenar o programa, nosso setor dá o suporte para todos os residentes, bem como às especializadas da PGM, no escopo que os residentes jurídicos possam exercer da melhor maneira sua função, obtendo uma expertise da advocacia pública, que será de grande valia na carreira profissional destes bacharéis, resultando também, na melhor prestação dos serviços que a PGM presta à sociedade manauense”, concluiu Negreiros.

Com informações da assessoria

MATERIAS RELACIONADAS