quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Rússia afirma que conflito com a Otan aumenta riscos de guerra nuclear

O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, afirmou que um eventual conflito direto com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) aumentaria os riscos de uma guerra nuclear.

Nesta sexta-feira (29/4), em declaração divulgada pela agência russa de notícias RIA, o ministro afirmou que a Rússia não se considera em guerra com a entidade militar coordenada pelos Estados Unidos.

“A Rússia não se considera em guerra com a Otan por causa da Ucrânia, já que tal desenvolvimento aumentaria os riscos de uma guerra nuclear”, frisou.

Lavrov, em entrevista ao canal Al Arabiya, com sede em Dubai, disse que a Ucrânia era culpada pela paralisação das negociações de paz com a Rússia.

Guerra

Rússia e Ucrânia vivem um embate por causa da possível adesão ucraniana à Otan, entidade militar liderada pelos Estados Unidos.

Na prática, Moscou vê essa possibilidade como uma ameaça à sua segurança. Sob essa alegação, invadiu o país liderado por Volodymyr Zelensky, em 24 de fevereiro.

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também