Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

7 de agosto, 2022

Saiba por que você não deve fazer o desafio da farinha com seu filho

Pneumologista faz alerta sobre os riscos da brincadeira que viralizou.

Com a quarentena, vários desafios estão viralizando nas redes sociais. O da farinha, por exemplo, tem a seguinte lógica: duas pessoas respondem perguntas simultaneamente e, dependendo da resposta, mergulham o rosto de um dos participantes na farinha de trigo. A brincadeira ganhou adesão de anônimos e famosos. Até mães e pais passaram a reproduzi-lo em casa com os pequenos.

A brincadeira, no entanto, pode ser fatal ou ocasionar sérios problemas de saúde. Em entrevista à Crescer, o pneumologista Marcelo Rabahi explica que a farinha é feita de partículas muito finas, que podem atingir a parte mais profunda do pulmão, levando a uma irritação.

“Como é uma partícula inorgânica, ou seja, industrializada, provavelmente vai prejudicar o aparelho respiratório, ocasionando uma crise de tosse. Ao tossir, a pessoa vai inalar uma quantidade muito maior de farinha, podendo levar, consequentemente, a uma insuficiência respiratória. Então, ao aspirar mais farinha, ela poderá ter falta de ar”, explica.

O passatempo é mais arriscado ainda para quem já tem problemas respiratórios.

“Em pessoas com asma ou bronquite, por exemplo, pode ser uma tragédia, pois elas já têm o aparelho respiratório debilitado. É preciso ter muito cuidado. Se você der uma gargalhada após afundar o rosto na farinha, esse ato de gargalhar também pode levar a aspiração”, alerta Marcelo.

Riscos para os pequenos

Segundo o pneumologista, as crianças são ainda mais vulneráveis à brincadeira. “Quando você leva o rosto na farinha, pode molhá-la com a saliva, formando pequenos grumos. Esses grumos podem ir para o pulmão e obstruir a passagem de ar, trazendo consequências muito sérias aos pequenos” alerta.

MATERIAS RELACIONADAS