Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

25 de junho, 2022

Sem Big Mac, ‘McDonald’s russo’ vende 120 mil hambúrgueres

Após 30 anos de atividade, a rede americana decidiu deixar o país crise devido a invasão russa da Ucrânia
McDonald's
(Foto: McDonald's/Divulgação)

Após mudar de nome para “Vkusno & Tochka” (saboroso e pronto), o McDonald’s bateu recorde de vendas. Reaberto no dia 12 de junho, o sucesso do novo fast food foi tão grande, que vendeu mais de 120 mil hambúrgueres no mesmo dia.

Surpreendido com o resultado, o ex-CEO da empresa americana, Oleg Paroev, disse que nunca viu tamanha movimentação “em todo o tempo que o McDonald’s funcionou na Rússia.

A abertura das lojas no país, que está em guerra com a vizinha Ucrânia foi gradual. No primeiro dia, foram 15, já no dia seguinte, outras 35 lojas foram abertas, mas a expectativa é de abrir mil lojas em cinco anos.

Em entrevista à Forbes da Rússia, Alexander Govor, dono da Sistema PBO, disse que agora são “840 restaurantes prontos para recomeçar. Mais sete estabelecimentos foram registrados, mas não colocados em operação na região de Moscou, e alguns mais distantes, na Rússia central. Cerca de mais 20 restaurantes podem ser comissionados até o final de 2022. Meu plano global é aumentar a rede para 1.000 restaurantes no país nos próximos anos”.

Invasão da Ucrânia forçou a debandada do McDonald’s

Após 30 anos de atividade na Rússia, a gigante americana decidiu deixar o país em decorrência da crise humanitária causada pela guerra na Ucrânia. Na época, a McDonald’s disse que o “negócio na Rússia não é mais sustentável, nem consistente com os valores da marca”.

Com todas a mudanças, o que permaneceu na empresa foram os antigos funcionários, mas os refrigerantes e os famosos Big Mac’, que antes eram vendidos nas lojas, foram substituídos por outros produtos.

Leia mais:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS