Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

10 de agosto, 2022

Sete crianças podem ter morrido por conta de desafio do TikTok

A ação relaciona a morte de pelo menos sete crianças com o desafio em 2021, conforme as alegações
Foto: Divulgação / Pixabay

Mundo – Uma ação está sendo movida contra o aplicativo TikTok por induzir crianças a cumprirem o “desafio do apagão”. A ação relaciona a morte de pelo menos sete crianças com o desafio em 2021, conforme as alegações.

O aplicativo está sendo apontado como responsável direto, por causa de seu algoritmo que acaba enviando o conteúdo mortal para as vítimas. A ação mais recente foi movida pelos pais de Lalani Walton, de 8 anos de idade, e Arriani Arroyo, de 9 anos.

A denúncia aponta que o desafio “incentiva os usuários a se sufocar com cintos, cordões de bolsa ou qualquer coisa semelhante até desmaiar”. Além das duas crianças de 8 e 9 anos de idade, os casos listados incluem duas crianças de 10 anos (uma na Itália e outra no estado americano da Pensilvânia), duas de 12 anos de idade, nos Estados Unidos, e uma de 14 anos de idade, da Austrália.

TikTok diz que desafio é anterior ao aplicativo

Em resposta a esse processo, a empresa disse que bloqueou as buscas pelo desafio em sua plataforma e que a prática perturbadora “sobre a qual as pessoas parecem aprender de outras fontes além do TikTok”, é muito anterior ao aplicativo.

No processo mais recente, as famílias alegam que as crianças não estavam procurando o desafio quando viram os vídeos, que apareceram na página “For You” – na tela principal do TikTok para as vítimas.

Entre os argumentos, o processo traz que, como o TikTok anuncia e promove alguns desafios, ele tem o dever de monitorar tais conteúdos. Sejam eles postados ou que estejam circulando na plataforma, evitando assim a proliferação.

O “desafio do apagão” incentiva o sufocamento até o desmaio. As pessoas prendem a respiração até desmaiarem, a fim de experimentarem sensações fortes, causa acidentes todos os anos, sendo que alguns deles resultam em morte.

Com informações do site Olhar Digital

Leia ainda: Polícia busca responsável por fábrica que explorava paraguaios no RJ

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS