“Só quero viver em paz e que tudo isso termine logo”, desabafa Maria Azedo sobre caso de agressão

A ex-cunhã poranga do Boi Caprichoso conversou com o repórter do Portal Tucumã, Davi Souza.
Por joao.castro
Publicado em 01/06/20 às 06h53
maria azedo

Foto: Reprodução/Portal Tucumã

A empresária e ex-cunhã poranga do Boi Caprichoso, Maria Azedo, concedeu uma entrevista exclusiva para o Portal Tucumã nesta segunda-feira (1°) abordando sobre o caso de agressão sofrida por parte de seu marido, o publicitário Bruno Guedes.

Ela detalhou que vem sofrendo ameaças por parte de Bruno, principalmente por causa da separação.

“Tudo isso começou com a não aceitação da separação, sempre foi assim. As pessoas me perguntam “o que te levou a tomar essa decisão?”. Foram vários fatores, houve agressão física, verbal e atualmente psicológica. A pessoa usa de vários outros para que as pessoas acreditem em uma história que não é verdade”, contou.

Maria Azedo informou que chegou a registrar um Boletim de Ocorrência (B.O) em janeiro deste ano, mas voltou atrás da decisão e reataram a realação. Ela disse que teve muito desrespeito por parte dele.

A ex-cunhã poranga disse ter sido cuspida, empurrões e levou puxões de cabelo. Ela relatou que vinha sendo traída por ele antes de se casarem.

“As traições vinham desde o namoro, na primeira semana do casamento já recebia prints contra ele. Eu amava o Bruno, nosso casamento não se deu por falta de amor, ajudava ele de todas as formas e como podia. Tenho meus defeitos, mas sei que tinha muita qualidade como esposa”, disse.

Cunhã-Poranga do Caprichoso faz desabafo após críticas sobre ...
Maria Azedo foi cunhã poranga do Boi Caprichoso por 10 anos. Foto: Divulgação

Maria foi casada com Bruno durante um ano, eles casaram ainda com quatro meses de namoro.

Domínio de pertences

Ela entrou na Justiça e solicitou uma medida protetiva após registro de B.O contra Bruno, mesmo assim, ele invadiu o condomínio onde mora e levou alguns objetos pessoais de Maria, entre eles, sua cadelinha.

“O Bruno subtraiu do meu apartamento, ele levou a minha cachorrinha no intuito que eu fosse atrás, voltando a falar com ele, alegando que ainda somos casados. Só quero que a pessoa devolva o que é meu, invadiu uma propriedade privada sem permissão e quebrou uma medida feita por um juiz”, disse.

Maria disse que ele estava ciente da medida e mesmo assim, entrou no seu apartamento.

“Só quero viver em paz”

A empresária contou ao Portal Tucumã que vem recebendo inúmeras mensagens de apoio, principalmente de ex-companheiras de Bruno. Uma se colocou à disposição de Maria para depor contra ele.

“Essa pessoa se solidarizou comigo e disse que pode testemunhar ao meu favor dizendo que ele era assim, e com todas foi assim”, relata.

Maria Azedo não é mais Cunhã Poranga do Caprichoso
Maria é empresária e atua como nutricionista em Manaus. Foto: Divulgação

Maria disse que acredita na Justiça e seu objetivo é viver em paz. “Vou fazer o que estiver no meu alcance. Eu só quero viver em paz, sozinha no meu canto. Não quero atrapalhar a vida de ninguém. Que tudo isso termine logo e maneira justa”, contou.

Por João Paulo Castro com informações de Davi Souza

maria azedo
0 Shares

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link