Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

10 de agosto, 2022

‘Sociedade deve ter empatia e não apontar o dedo’, diz advogada sobre filha de Silvanilde

Segundo a advogada, Stephanie Veiga estava em estado de choque por ter recebido a pior notícia da sua vida
Silvanilde
(Foto: Reprodução)

Manaus (AM) – A advogada Talita Lindoso afirmou nesta terça-feira (31), após a prisão do suspeito de matar a servidora federal Silvanilde Ferreira Veiga, de 58 anos, que a sociedade e a mídia deveriam ter mai empatia e respeito pela dor que Stephanie Veiga vem sofrendo desde o assassinato brutal da mãe.

Segundo a advogada, por estar em estado de choque por ter recebido a “pior notícia da sua vida”, surgiram especulações sobre a conduta da jovem desde o início das investigações.

“É uma notícia que nenhuma filha e que nenhum parente está preparado para receber. Então, ela está como qualquer filha estaria, em estado de choque. Eu acho que o que é preciso ser dito hoje para toda sociedade é que se algo ficou dessa investigação, é que nós temos que repensar, porque é muito fácil apontar o dedo, é muito fácil julgar”, afirmou a advogada.

Conforme Lindoso, faltou empatia das pessoas, que ficaram fiscalizando as reações da jovem que havia acabado de perder a mãe de forma brutal.

“As especulações foram que faltou emoção, faltou choro, teve frieza. Mas só a pessoa que perdeu uma mãe, recentemente, que mora sozinha em um estado em que todos os seus parentes estão longe e não tem o apoio de ninguém, a não ser de poucos amigos, pode entender o que é estar completamente sozinho e ter toda mídia, toda sociedade, apontando dedo e fazendo especulações sobre a sua dor”, disse a advogada de Stephanie.

A advogada pediu que as pessoas tenham respeito “que nós possamos nos colocar no lugar dessa jovem, que hoje recebeu a pior notícia da sua vida”, finalizou.

Leia mais

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

MATERIAS RELACIONADAS