quarta-feira, 17 de agosto de 2022

TCE-AM investiga possível prática de nepotismo realizada pelo prefeito de Tabatinga

O prefeito de Tabatinga, a 1.106 quilômetros de Manaus, Saul Nunes Bemerguy (PSD), é investigado pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) suspeito pela prática de nepotismo em sua administração.

Nesta quinta-feira (17) o TCE-AM aceitou uma representação contra o prefeito para realizar investigação em torno do caso.

A representação é assinada pelo advogado Olimpio Guedes Olavo Júnior, pois, segundo ele, Saul nomeou Alzenora Souza, Sayana Bermuguy e Salúvia Bemerguy, esposa e filhas, respectivamente, para cargos da prefeitura em 2017.

A presidente do tribunal, Yara Lins, ela encaminhou a representação para o relator de Tabatinga, o conselheiro Júlio Pinheiro.

Investigação do MP-AM

O prefeito de Tabatinga já foi alvo de investigação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) por “embolsar” pagamentos de empréstimos que pertencem a servidores públicos em agosto deste ano.

Além disso, o ministério entrou com uma ação para apurar possíveis fraudes em licitações em contratos da prefeitura.

Repasse de verbas

Saul já foi notificado pelo TCE-AM por não repassar verbas destinadas para a saúde, de 15% previsto na Constituição, a Prefeitura de Tabatinga repassou apenas 10%.

Ele já gastou cerca R$ 7,4 milhões com acessórios de informática e combustível, como costa no Diário Oficial da Associação Amazonense dos Municípios (AMM) no dia 20 de fevereiro deste ano.

Da Redação

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também