quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Trio é preso suspeito der revender produtos roubados em sites de venda no AM

Durante a ação, as equipes policiais apreenderam 20 notebooks, além de diversos aparelhos eletrônicos com os infratores

Manaus (AM) – Anderson da Silva Mouzinho, 45; Francisco Mendes Machado, 43; e Werlegn Simões da Silveira, 37, foram presos suspeitos de estelionato praticado por meio de sites de compra e venda. O trio foi preso pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), nesta quinta-feira (02/06), durante operação policial ocorrida na avenida Constantinopla, bairro Alvorada, zona Centro-Oeste de Manaus.

De acordo com o delegado Gesson Aguiar, titular da 17° Distrito Integrado de Polícia (DIP), as investigações constataram que Anderson e Francisco eram proprietários de uma assistência técnica de computadores, notebooks, celulares e demais aparelhos eletrônicos.

Os dois compravam de Werlegn esses produtos supostamente roubados, e depois revendiam os eletrônicos na internet. Durante a ação, as equipes policiais apreenderam 20 notebooks, além de diversos aparelhos eletrônicos com os infratores.

“Nós tivemos um índice aqui nessa área de muitos roubos e furtos a residência. As investigações começaram após o registro de ocorrência de uma mulher que teve a casa completamente furtada. Ela deu as características de um notebook que ela tinha, com flores na capa, e nós monitoramos para ver se aparecia no OLX”, explicou a autoridade policial.

“Com base nisso, nós conseguimos identificar duas pessoas que estavam vendendo esse notebook na área, fizemos o levantamento dessas duas pessoas e nos marcamos com eles para fazermos a compra do notebook. A vítima reconheceu o notebook. Com esses dois, foi apontando quem fornecia para eles, eles apontaram o Werlegn que tem passagem pelo mesmo crime”.

Ainda segundo a autoridade policial, as investigações vão continuar para tentar identificar os autores dos furtos. Os homens responderão por receptação qualificada e associação criminosa. Eles serão encaminhados para Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição da Justiça.

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também