Veja o que disse a jornalista Glória Maria sobre experiência com maconha na Jamaica

"Depois que saímos de lá, ficamos na recepção do hotel por umas cinco, seis horas, sem conseguir voltar para o quarto. Ninguém sabia onde estava", disse Glória.
Por Edilânea Souza
Publicado em 19/05/20 às 14h11

Glória Maria concedeu sua primeira entrevista ao programa “Conversa com Bial”, após sete meses de tratamento contra um tumor no cérebro. Durante um bate-papo virtual descontraído, exibido nesta segunda (19), Pedro Bial se lembrou de momentos marcantes da carreira da amiga. Dentre eles, uma reportagem do Globo Repórter eternizada em memes, na qual a jornalista aparece fumando maconha na Jamaica.

De bom humor, Bial quis saber qual foi a refeição feita pela colega após as gravações. “Pero, a gente não comeu! É folclórico esse negócio de larica. Você tem que lembrar que eu fumei aquele negócio na mais radical e pura comunidade rastafari da Jamaica. O que eles tinham lá, é algo só deles, que ninguém no mundo vai encontrar, em nenhuma situação”, enfatizou ela.

Glória ainda explicou que aquela foi uma das condições impostas pelos locais, ao visitar a comunidade. “Negociamos três meses pra entrar naquela comunidade, assinamos um papel dizendo que a gente respeitaria todos os regulamentos, inclusive rezar na entrada e fumar na saída. Depois que saímos de lá, ficamos na recepção do hotel por umas cinco, seis horas, sem conseguir voltar para o quarto. Ninguém sabia onde estava. Eu literalmente fui a Marte, e até hoje, depois daquele negócio, não sei se voltei”, contou, tirando risadas do entrevistador.

UOL

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap