Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

11 de agosto, 2022

VÍDEO: aluno descobre câmera escondida em banheiro de escola estadual

Tudo começou depois que um aluno do terceiro ano do ensino médio foi flagrado fumando maconha
O aluno foi suspenso e a diretora afastada. Foto: Reprodução

São Paulo – Alunos da Escola Estadual Oswaldo Cruz, na Mooca, Zona Leste de São Paulo, encontraram câmeras escondidas escondidas entre os azulejos da parede nos banheiros femininos e masculinos da instituição.

Tudo começou depois que um aluno do terceiro ano do ensino médio foi flagrado fumando maconha no local pela diretora da escola, que para comprovar o ato ela apresentou uma foto do garoto.

LEIA TAMBÉM: Klara Castanho inspira projeto de lei que pune quebra de sigilo em doação

A diretora alegou que a imagem havia sido feita por outro aluno, porém o jovem percebeu que se tratava de uma imagem vinda de câmera de segurança.

O estudante foi então ao banheiro e localizou a câmera escondida no rejunte dos azulejos. A namorada dele também foi até ao banheiro feminino da escola e viu que no local também havia câmeras no lugar.

Veja o registro feito pelos alunos:

De acordo com o G1, o pai do estudante, o motorista Elias Almeida do Amaral, contou que após ver a câmera, acionou a polícia.

O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no 18º DP. No BO a vice-diretora da unidade, Nilsen Cristina Mendes, afirmou que tinha conhecimento das câmeras de segurança nos banheiros. No depoimento, ela disse que já teve acesso às imagens que são consultadas de forma excepcional, quando há alguma ocorrência, como brigas entre alunos e consumo de substâncias não permitidas.

O aluno flagrado com maconha foi suspenso por sete dias na última quinta-feira (23) e teve os responsáveis notificados.

LEIA TAMBÉM: VÍDEO: adolescente morre afogado próximo a Ponte Rio Negro, em Manaus

A Secretaria estadual da Educação afirmou que a a instalação de câmeras dentro de banheiros não faz parte das diretrizes da pasta.

Em nota, informou que diretora da unidade foi afastada até a conclusão das investigações e que os equipamentos já foram retirados e uma apuração preliminar, instaurada para averiguar todas as circunstâncias relativas aos fatos.

A secretaria afirmou ainda que a diretora da instituição foi notificada nesta segunda-feira (27), e o afastamento será publicado no Diário Oficial nesta terça (28).

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS