quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Vídeo mostra suposto atirador fugindo após matar gari em Manaus; VEJA

A vítima foi alvejada com um tiro no peito durante um assalto no momento que estava trabalhando no bairro Japiim
Gari é morto por assaltantes durante coleta de lixo em Manaus. Foto: Reprodução

Manaus (AM) – Um vídeo gravado por uma câmera de segurança mostra o momento que o suposto atirador, ainda não identificado, foge após alvejar o gari Aldenir Rodrigues Castilho, que tinha 25 anos, durante um assalto noite dessa terça-feira (26), na Zona Sul de Manaus.

Nas imagens é possível observar um homem de camisa branca e bermuda jeans correndo e, em seguida, entrando em um carro de cor branca.

No vídeo também é possível ver o carro sinalizando pela lanterna traseira enquanto aguarda o suposto assaltante.

Assista ao momento:

As imagens serão analisadas pela Polícia Civil que investiga o caso, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Leia também: Vídeo mostra últimos momentos de Gari morto por assaltantes em Manaus

O crime

O gari estava fazendo a coleta diária de lixo, foi surpreendido e atingido com um tiro no peito, na Travessa S6 do bairro Japiim.

Na ocasião, os colegas de trabalho não perceberam que ele havia sido baleado e foram avisados por moradores que correram atrás do veículo coletor.

Os suspeitos fugiram e não foram identificados. A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

Vítima veio para Manaus em busca de emprego

Aldenir era natural de Benjamin Constant e veio para Manaus há três anos em busca de emprego. Após se estabilizar, ele trouxe a mulher e as duas filhas, de 4 e 7 anos, para viverem na cidade.

O cunhado da vítima, Hilton dos Santos, relatou que a família recebeu a notícia por meio de um telefonema da unidade hospitalar onde ele foi levado.

“A notícia chegou por telefone. O hospital entrou em contato com uma das sobrinhas dele […] É uma situação extremamente triste, porque moramos longe, e um acontecimento que ninguém espera, mas que infelizmente aconteceu com a nossa família”, contou.

A empresa Marquise Ambiental, onde o gari trabalhava há 8 meses, afirmou estar cuidando dos trâmites para o sepultamento, incluindo o translado para a cidade de Benjamin Constant, onde o corpo será velado a pedido dos familiares.

Leia também: Gari saiu do interior em busca de emprego e foi vítima da violência em Manaus

Acompanhe as redes sociais do Portal Tucumã

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também