Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

7 de agosto, 2022

Violência: dois corpos sem cabeças são achados em menos de 2 horas em Manaus

Os corpos decapitados foram achados dentro de igarapés em bairros da cidade

MANAUS (AM) – O fim da tarde e início da noite de domingo (8), na capital do Amazonas, foram marcados pelo registro de dois crimes brutais. Dois corpos sem cabeças e outros membros foram achados em menos de 2 horas, dentro de Igarapés em bairros distintos de Manaus.

O primeiro caso ocorreu por volta das 19h, quando moradores do São Jorge, zona Oeste, avistaram o corpo de um jovem identificado como Fabiano Kennedy da Costa, de 22, anos boiando no igarapé que passa pela ponte de acesso ao bairro. Um popular foi até o cadáver e constatou que mesmo estava sem a cabeça e em avançado estado de decomposição. A vítima trajava apenas uma camisa preta e um short azul.

(A vítima estava trajando apenas uma camisa preta e um short azul – Divulgação )

O segundo caso ocorreu por volta das 20h30, quando transeuntes perceberam a presença de um corpo que estava entre lixos do Igarapé, nas margens da avenida Lourenço Silva Braga, bairro Centro, zona Sul da capital. O morto estava sem cabeça, braço direito e perna direita, porém a própria população encontrou a cabeça momentos após a remoção da maior parte do corpo.

(Vítima estava sem cabeça, braço direito e perna direita – Divulgação)

Auta na criminalidade em Manaus

A capital vem sofrendo com a alta nos números de homicídios por arma de fogo ou arma branca nas últimas semanas. O maior fator para a grande maioria das mortes é a disputa pelo território de tráfico de drogas.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), informou que, determinou a intensificação do policiamento ostensivo em todas as zonas de Manaus, com o objetivo de reduzir o índice de criminalidade.A SSP-AM segue com a força-tarefa em pontos onde há mancha criminal. 

Em relação as mortes brutais desse domingo (8), A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), esteve nas cenas de crimes, realizando as investigações iniciais para que se chegue até as autorias e possíveis motivações dos assassinatos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML), para que fossem realizadas as identificações.

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

MATERIAS RELACIONADAS