Weintraub fica calado durante depoimento para explicar ataques contra o STF

Ele esteve presente na sede da Polícia Federal, em Brasília. O Governo Federal entrou com pedido para tirar o nome de Abraham Weintraub da investigação.
Por joao.castro
Publicado em 29/05/20 às 08h47
weintraub depoimento pf

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, prestou depoimento na tarde desta sexta-feira (29) na sede da Polícia Federal, em Brasília, para explicar os ataques contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Governo Federal tentou impedir o depoimento de Weintraub apresentando um habeas corpus para que ele fosse removido da lista de investigados.

Ele foi recebido pela corporação na sede da pasta, na Esplanada dos Ministérios, segundo pessoas próximas, Weintraub permaneceu em silêncio e não disse nenhuma palavra sobre o caso.

Abraham Weintraub foi convocado a prestar depoimento por ordem do ministro Alexandre de Moraes, que conduz o caso na suprema corte, para explicar ofensas contra o STF ditas durante uma reunião no Palácio do Planalto no dia 22 de abril.

“Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”, declarou Weintraub na época.

O habeas corpus ainda não foi avaliado pelo ministro Edson Fachin, que pediu manifestação de Moraes e da Procuradoria Geral da República. Com o depoimento concretizado, a solicitação do ministro da Justiça perde o objeto parcialmente. Moraes deve decidir sobre o futuro do ministro de Estado no inquérito, tendo em vista que ao ficar em silêncio, ele abre mão de se defender e não apresenta novas informações.

Da Redação com informações do Correio Braziliense

weintraub depoimento pf
0 Shares

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link