Manaus, 5 de agosto de 2020

Wilson Lima entrega primeira UBS Fluvial Inteligente do Amazonas, que vai atender ribeirinhos de Manacapuru

Durante a entrega, o governador destacou o investimento feito pelo Governo Coreano em modernos equipamentos, que vão possibilitar atendimentos em diversos campos da medicina e melhor a qualidade de vida em áreas ribeirinhas.
Por redacao
Publicado em 13/02/20 às 02h28

O governador do Amazonas, Wilson Lima, entregou, nesta quinta-feira (13/02), a primeira Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) Inteligente do Amazonas, batizada de Catarina Brota dos Santos. A UBS é a primeira a contar com tecnologia de ponta para realizar atendimentos médicos em comunidades ribeirinhas. O projeto, fruto de parceria entre Governo Federal, Governo do Estado, Governo Coreano e Prefeitura de Manacapuru (município localizado a 99 quilômetros da capital), vai atender, inicialmente, famílias que moram na região do rio Manacapuru.

Durante a entrega, o governador destacou o investimento feito pelo Governo Coreano em modernos equipamentos, que vão possibilitar atendimentos em diversos campos da medicina e melhor a qualidade de vida em áreas ribeirinhas.

“A Coreia está investindo algo em torno de R$ 15 milhões em equipamentos de ponta, disponibilizando não só a implantação desses equipamentos, mas também treinamento dos profissionais que estarão embarcados. Vai facilitar todo o armazenamento de informações sobre os pacientes, conectado com o nosso Sistema de Regulação do Estado do Amazonas. Com isso a gente espera que haja um avanço significativo no atendimento da saúde básica, sobretudo para as pessoas que estão em áreas ribeirinhas”, frisou Wilson Lima.

Investimento – A UBS Fluvial foi construída com recursos do Governo Federal, da ordem de R$ 2 milhões, e foi equipada com recursos provenientes do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI). Manacapuru recebeu, em 2019, R$ 2.890.969,37 do FTI. Os equipamentos de tecnologia, necessários para o andamento do Projeto Barco Inteligente, foram doados pelo Governo Coreano.

Wilson Lima ressaltou que o Governo do Estado considera ampliar a parceria, para estender o projeto a outras regiões. “Nós estamos estudando novas parcerias com a Coreia e também projetos dessa natureza para levar tecnologia para outras calhas de rio, levando em consideração que nossos rios são nossas estradas. A maioria das comunidades nos municípios do Amazonas, o acesso é através dos rios. Então esse é um meio de transporte muito eficiente para fazer com que esse atendimento na área de saúde chegue até lá”, observou o governador.

Ele reforçou, ainda, a importância da Atenção Básica dentro do sistema de saúde. “Hoje nós temos, no interior do Amazonas, 90%, em média, de atendimentos na saúde básica. Isso é fundamental. No momento que eu tenho o atendimento básico eu evito que essa pessoa entre em um quadro mais grave e tenha que ocupar uma unidade de Alta Complexidade, um leito de UTI. É esse serviço que vai fazer esse barco inteligente”, disse Wilson Lima.

Também participaram da entrega da UBS o embaixador da República da Coreia no Brasil, Chan Woo Kim; o prefeito de Manacapuru, Beto D’Ângelo; além do secretário de Estado de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias e o secretário municipal de saúde de Manacapuru, Rodrigo Fábio Balbi Saraiva.

Estrutura – A unidade dispõe de consultório médico, odontológico, sala de procedimentos, sala de enfermagem, farmácia, laboratório de exames, refeitório e seis camarotes. Com a UBS Fluvial Inteligente, a população de Manacapuru terá acesso a atendimento médico, odontológico, acompanhamento de pré-natal, de saúde da criança, vacinação, exames de ultrassonografia, preventivos e laboratoriais, entre outros serviços característicos da Saúde Primária.

De acordo com o enfermeiro Iago Orleans, que faz parte da equipe de profissionais que vai atuar na UBS, as primeiras viagens experimentais já foram realizadas. “Nós estivemos viajando pra algumas regiões do rio Manacapuru, em algumas comunidades que, de fato, serão atendidas posteriormente pela unidade. Fizemos atendimento médico, atendimento de enfermagem, alguns exames complementares, vacinação, até para nós podermos testar os equipamentos, ver a funcionalidade do sistema, de que forma que iria se comportar a interface do sistema e para ir adaptando a nossa realidade”, enfatizou.

O barco é o primeiro a ser equipado com a tecnologia no Amazonas e os dados das consultas e exames serão monitorados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), que fará uma análise epidemiológica sobre as doenças que mais atingem a população ribeirinha naquela localidade. A previsão é de que as viagens tenham duração mínima de 10 e máxima de 20 dias.

“O Governo Coreano e várias instituições e pessoas conhecem a importância do projeto. Em 2019 completou 60 anos dessa integração, amizade, de imigração entre Brasil e Coreia, comemorados oficialmente pelo Governo Coreano e pelo Governo Brasileiro. Nenhum projeto na área de saúde, apesar desse longo tempo, havia acontecido. Por isso que estamos muito satisfeitos com o que está acontecendo hoje”, afirmou Young-Ro Yoon, coordenador geral do projeto na Universidade Yonsei, da Coreia.

Com informações da assessoria

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap