Youtuber causa polêmica após devolver o filho adotivo autista

Segundo Myka Stauffer e o marido James, Huxley tem problemas de saúde maiores do que sabiam e nova família será melhor para as necessidades do menino.
Por Edilânea Souza
Publicado em 29/05/20 às 08h09

Ao anunciar que tiveram que devolver o filho após três anos da adoção, a youtuber Myka Stauffer e o marido, James de Columbus, causaram polêmica nos Estados Unidos. O casal havia adotado o bebê chinês Huxley em 2017, quando ele tinha quase dois anos.

O processo de adoção internacional foi documentado por eles no YouTube. No total, o casal registrou 27 vídeos e o número de seguidores deles cresceu, especialmente, por conta da história de Huxley.

Segundo Myka e James, eles sabiam que a criança tinha alguns problemas de saúde, no entanto, no vídeo de 7 minutos em que revelam que deram o pequeno Huxley para outra família, eles alegam que os problemas de saúde do menino, que tem autismo, eram maiores do que eles sabiam. 

“A adoção internacional, às vezes tem o desconhecido, coisas que não estão transparentes na ficha”, disse James. E completou: “Quando o Huxley chegou em casa havia muito mais necessidades especiais que não sabíamos. Nos últimos anos ele esteve em uma série de terapias e nós tentamos ajudá-lo como pudemos. Nós nunca quisemos ficar nessa posição, nós tentamos ajudá-lo o máximo possível, nós o amamos de verdade.”

No vídeo, Myka afirma ainda que deu o seu melhor. “Após uma série de avaliações, vários profissionais de saúde disseram que ele precisa de mais. Tem sido muito difícil. Eu quero dizer para vocês o que está acontecendo. Eu me sinto um fracasso como mãe? Sim, 500%. Esta jornada foi a coisa mais difícil que eu já passei. Após colocar nosso coração nesse menino”, afirmou.

O casal informou também que não pretende dar detalhes sobre o que aconteceu para preservar a privacidade do menino. “A agência de adoção achou alguém que eles acham que vai ser a melhor escolha. Ele está bem, sua nova mãe tem treinamento médico profissional e é uma combinação perfeita. Nos deem o apoio que nós precisamos neste momento e respeitem a privacidade do Huxley”.

Nas redes sociais, internautas acusam o casal de ter usado a adoção de Huxley para conseguir mais seguidores e inscritos nos seus canais. O casal tem outros quatro filhos biológicos.

Correio Braziliense

MATÉRIAS RELACIONADAS