Zé Ricardo e Serafim conversam sobre eleições municipais

Confira os destaques da Política local e nacional.
Por Edilânea Souza
Publicado em 02/03/20 às 09h07
José Ricardo e Serafim Corrêa

O deputado federal José Ricardo do Partido dos Trabalhadores (PT) e o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), se encontraram neste fim de semana para falar de geração de emprego e renda, do desenvolvimento e da necessidade de defender os interesses de Manaus e do Amazonas.

O encontro foi divulgado nas redes sociais de Zé Ricardo e de acordo com o deputado federal, outras reuniões deverão acontecer para falarem sobre desenvolvimento regional, a situação atual da Zona Franca e alternativas de desenvolvimento para o Estado.

Em ano eleitoral é provável que essas conversas entre os deputados também trate de possíveis alianças no pleito de 2020, uma vez que Zé Ricardo já anunciou sua pré-candidatura a prefeito, e Serafim já foi prefeito de Manaus. Será que pode acontecer uma coligação entre os dois partidos, PT e PSB? Muita coisa ainda vai ser definida no desenrolar das eleições. Fica a pergunta no ar!

Proibido

O Podemos anunciou por meio de sua diretoria da Executiva Estadual, presidida pelo deputado estadual Wilker Barreto, que seus afiliados municipais estão proibidos de se aliançarem com os partidos Social Cristão (PSC) e o Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB).

De acordo com a liderança, as regras adotadas por meio da Resolução 01/202, que também foram divulgadas nas redes sociais, visa garantir a integridade e a transparência para o pleito 2020, e que não permitirá que candidatos aos cargos majoritários e proporcionais recebam apoio dos partidos vetados pela sigla, sob pena de inviabilização da candidatura.

Coligações

Lembrando que esse ano, de acordo com as leis eleitorais, só serão aceitas coligações para os cargos majoritários , ou seja, somente candidatos a prefeito poderão fazer alianças com outros partidos.

Cada partido deve apresentar sua própria lista de vereadores e terá que alcançar o quociente eleitoral, e dependendo do número de votos que o partido conseguir, ele terá mais cadeiras na Câmara Municipal.

MATÉRIAS RELACIONADAS